Enic: Block facilita acesso ao crédito imobiliário às pequenas e médias empresas – CBIC – Câmara Brasileira da Indústria da Construção

Enic: Block facilita acesso ao crédito imobiliário às pequenas e médias empresas   CBIC   Câmara Brasileira da Indústria da Construção

A 93ª edição online do Encontro Nacional da Indústria da Construção (Enic) começou nesta segunda-feira (18/10) e um dos destaques foi a oficina que apresentou o *Block Central de Recebíveis*, com a participação de representantes da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) e da B3 (Bolsa de Valores). 

A ideia da Central de Recebíveis, desenvolvida pela B3, é dar transparência sobre a adimplência do incorporador para, no decorrer do tempo, utilizá-la ou não para ter acesso ao crédito imobiliário, com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) ou até para estruturar suas operações junto ao mercado de capitais.

Além de atender à Resolução 4.909/2021, do Banco Central, que trata das condições gerais e dos critérios para contratação de financiamento imobiliário pelas instituições financeiras, o sistema Block serve de vitrine de crédito para empreendimentos não financiados, mas também para o acompanhamento das operações de Plano Empresário.

Na avaliação do presidente da Comissão da Indústria Imobiliária (CII) da CBIC, a partir de 2023 nenhum plano empresário será assinado no território brasileiro, cujos recebíveis não façam parte de uma Central de Recebíveis, certificada pelo Banco Central.

“O Block não será a única ferramenta, mas é a mais avançada nesse processo no momento”, destaca Petrucci.

Como a obrigatoriedade da utilização da Central de Recebíveis para concessão de planos empresários vai vigorar a partir de janeiro de 2023, a B3 está disponibilizando a plataforma gratuitamente, segundo a gerente de produtos da B3, Bruna Régis Machado.

Dentre os benefícios de contratação da Central de Recebíveis:

  • Facilita a gestão do Plano Empresário
  • Garante uma antecipação à regulação
  • Fornece uma otimização operacional
  • Possibilita a exibição dos empreendimentos na vitrine
  • Facilita a emissão de boletos
  • Plataforma de assinatura eletrônica
  • Fluxo de repasses (serviço adicional)

O gerente técnico da Abecip, Elton Tavares, reforçou que a ideia da Central de Recebíveis surgiu para ter uma proteção maior para a forma de garantia e credibilidade para o banco, que concede o crédito para o financiamento, que são os recebíveis imobiliários. “A ferramenta de proteção dos recebíveis imobiliários vai favorecer não os bancos, que concedem o crédito, mas o mercado como um todo”, frisou.

Para Elton Tavares, a segurança jurídica e operacional do negócio será preponderante para uma possível queda dos juros.

O presidente da Comissão de Habitação de Interesse Social (CHIS) da CBIC, Carlos Henrique de Oliveira Passos, salientou que a expectativa do setor é de que o produto possa, de fato, dar transparência e credibilidade aos recebíveis imobiliários, permitindo a estruturação de operações financeiras com agilidade e custo baixo.

“A CBIC tem certeza de que a Central de Recebíveis de Incorporação Imobiliária vai facilitar o crédito às pequenas e médias empresas”, completou Petrucci, reforçando que a plataforma vai ajudar na análise de risco de crédito da sua carteira de recebíveis pelo banco. “Serve para quem quer fazer um pequeno Plano Empresário, uma Securitização de Recebíveis e para ter investidores privados na sua SCP e SPE. A Central será fundamental para o crescimento do mercado de financiamentos e para ter estatísticas do setor”, disse.

A iniciativa tem interface com o projeto “Melhorias para o Mercado Imobiliário”, da Comissão da Indústria Imobiliária (CII) da CBIC, em correalização com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Nacional).

O 93º Enic é uma realização da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e conta com apoio do Serviço Social da Indústria (Sesi Nacional), do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Nacional) e de entidades do setor, com patrocínio do Sebrae, OrçaFascio, Konstroi, Agilean, Brain Inteligência Estratégica, Mútua, Predialize, Roca, Sienge + Softplan, Aval, Softwareone, TK Elevators e Frontera.

Não conseguiu assistir à oficina sobre o Block Central de Recebíveis? O conteúdo ficará disponível na plataforma do evento.

 

 

COMPARTILHE!

Fonte: cbic.org.br/enic-block-facilita-acesso-ao-credito-imobiliario-as-pequenas-e-medias-empresas

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
CLIQUE NO ESTADO E ACESSE NOSSA FERRAMENTA